Meu carrinho

Fechar

Wagner Marquette lança na FEVEST a sua primeira coleção de lingerie



Designer com especialização em modelagem, Wagner Marquette apresenta na Fevest sua primeira coleção de lingerie, resultado de um trabalho que vem amadurecendo com o tempo. E nasce fruto da experiência de um designer que atuou em marcas fortes de lingerie e de outware por mais de duas décadas. Atuante também no mercado de moda de São Paulo, há dois anos Wagner abriu a primeira loja da sua marca em Nova Friburgo, onde vem experimentando, junto a um número crescente de clientes, os conceitos que mostra agora na primeira coleção formal.
Sua relação com a modelagem de lingerie é antiga. “Trabalhei em uma multinacional durante dez anos e aprendi muito sobre esse universo requinte com profissionais alemães”, conta ele. Na Fevest a marca Wagner Marquette estará presente pela primeira vez. As 48 peças da coleção foram pensadas em uma cartela de cores enxuta, basicamente preto e cinza, permitindo ao estilista dar vazão a sua diversidade de idéias.
Profissionalmente apaixonado pela mulher e pelo universo feminino, Wagner cria para a “mulher real”, segundo ele próprio define. “Não quero fazer moda para a ordem do dia. Meu compromisso é com a mulher, seja baixa, alta, magra, gorda, e não com modismos estéticos.
A mulher precisa reconhecer a qualidade do que está usando. Nas criações priorizo beleza, qualidade e conforto, que são os valores percebidos pela mulher quando escolhe uma peça. Não me preocupo em produzir só de olho nas vendas, mas em fazer o que gosto e para que a mulher goste”, explica o estilista.

A coleção


Nesta coleção o segmento de bodies é expressivo e é onde se nota, de forma mais evidente, as habilidades do designer. “Todo o meu processo criativo é feito em cima da modelagem. Crio enquanto vou modelando a peça”, explica.
Mas o diferencial da marca não está apenas no corte perfeito ou na personalidade do seu criador. Os bojos recebem revestimento interno de algodão, para dar maior conforto à mulher. E há o segmento de lingerie colorida, toda feita com tecido orgânico.
Outra novidade da marca são os cups, medida da taça do sutiã encontrada em modelagens estrangeiras. “Os cups já existem no Brasil desde a década de 80, mas as lojas não querem trabalhar com mais esta variável que aumenta o custo do estoque”, diz Wagner. “Para mim, isto não é importante. Qualquer sutiã da marca Wagner Marquette tem cups”, revela.

O estande


A paixão pela modelagem e pelas formas femininas resultou em um cuidado especial na forma de expor o seu trabalho na Fevest. Wagner modelou também os manequins de gesso, seguindo um conceito de praticidade e organização. “Minha intenção era que o meu trabalho de lingerie ficasse bem exposto e nós conseguimos bons resultados com esse cuidado”, avalia.
Apesar de permanecer a maior parte do tempo entre São Paulo e Minas Gerais, onde divide seu talento entre marcas de peso no mercado da moda, Wagner Marquette não abre mão de manter sua casa em Nova Friburgo e dos maciços investimentos que vêm fazendo na cidade.
Prova disso é que, à exceção dos bordados usados na coleção, feitos em São Paulo, toda a mão-de-obra de sua marca está concentrada em Nova Friburgo. A estrutura da fábrica montada por Wagner no município já gera empregos para profissionais locais.
E foi exatamente pensando em aproveitar ao máximo o potencial dos talentos da terra que, para participar da Fevest, Wagner Marquette contratou um renomado estilista friburguense, Tairone Vieira, responsável por coordenar na passarela as imagens das marcas Wagner Marquette e Reserva Feminina e que também responde pelo stiling do estande.
Wagner assina coleções para diferentes fornecedores do país. Na Fevest criou a coleção da Reserva Feminina, empresa para a qual desenha e modela bojos de poliuretano para sutiãs. O desfile da Reserva Feminina, que acontece nesta quinta-feira, 7, às 17h, na tenda de desfiles da Fevest, é uma ótima oportunidade de comprovar o poder da lingerie feminina sob o requinte de um corte perfeito.
O estande Wagner Marquette na Fevest está situado na Rua J 121, onde a assistente Karin Christine está recebendo os clientes da marca com um belo sorriso, assim como faz na loja do estilista, no km 77 da RJ-116, no bairro Ponte da Saudade, de quarta a domingo, a partir das 10h, funcionando até as 18h de quarta a sexta; até as 19h aos sábados e até as 17h aos domingos.

Reserva Feminina por Wagner Marquette


Foi nas cores preto, vermelho e magenta que o designer Wagner Marquette montou a coleção para apresentar os bojos pré-moldados em poliuretano da Reserva Feminina. “Preto e vermelho são cores difíceis de casar, pois ficam no fio da navalha entre a vulgaridade e o luxo. Esse foi o desafio”, explica Wagner.
O stylist Tairone Vieira, que cuidou dos detalhes do desfile, explica: “Vamos entrar com a mulher vestida e despi-la até a sua intimidade, revelando a lingerie marcante que Wagner construiu”. Ao todo, são 20 looks, reunindo quase 50 peças. Será possível ver na passarela vestidos e calças de alfaiataria acompanhando a lingerie, embalados ao som de Amy Winehouse.
Wagner Marquette, ladeado pelos amigos Karin Christine e Tairone Vieira, que com ele trabalharam para o desfile desta quinta.

Fonte: A Voz da Serra Online – Publicado em 07/08/2008

Olá!

Junte-se a nossa lita de email